Presidente do México comemora anulação de condenações de Lula

·1 minuto de leitura
López Obrador fala durante cerimônia em Yucatán

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, comemorou nesta sexta-feira a anulação das condenações por corrupção do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, o que agora abre caminho para concorrer à eleição presidencial de 2022.

O juiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STJ), anulou na segunda-feira as condenações de Lula, uma decisão que agitou os mercados e alterou os prognósticos da eleição do próximo ano, que pode se polarizar entre o atual presidente, Jair Bolsonaro, e o petista.

"Sim, acredito que era importante que se eximisse de culpa o ex-presidente Lula ... Esteve preso e enfrentou toda uma campanha contra ele e contra o movimento que representava", disse López Obrador em sua coletiva de imprensa diária.

"Sim, comemoro isso, que as autoridades desse país tenham exonerado, limpado de culpa o ex-presidente Lula", acrescentou.

Lula foi condenado e preso em 2018, saiu da prisão no final de 2019 e sempre insistiu que é inocente e que o caso teve motivação política.

O ex-presidente, que não disse se vai se candidatará à eleição do ano que vem, criticou o atual governo do presidente Jair Bolsonaro nesta semana, especialmente no que se refere a ações para deter a pandemia de Covid-19 no Brasil.

(Por Ana Isabel Martínez)