Presidente do México condena ataque às sedes do poder em Brasília

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, condenou, neste domingo (8), a invasão das sedes dos três poderes no Brasil por partidários do ex-presidente Jair Bolsonaro e manifestou seu apoio ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

"Repreensível e antidemocrática a tentativa de golpe dos conservadores no Brasil, incentivados pela liderança do poder oligárquico, seus porta-vozes e fanáticos", criticou o presidente mexicano em sua conta no Twitter.

"Lula não está sozinho, tem o apoio das forças progressistas de seu país, do México, do continente americano e do mundo", acrescentou.

Apoiadores de Bolsonaro invadiram neste domingo o Congresso, o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto, em Brasília, em repúdio à posse de Lula há uma semana.

López Obrador já havia demonstrado anteriormente seu apoio ao presidente brasileiro. No dia 2 de janeiro, o presidente expressou sua felicidade pela volta de Lula ao poder.

"Foi, portanto, um grande acontecimento porque é o retorno de um projeto popular não oligárquico. E o presidente Lula enfrentou uma investida muito forte, que o levou à prisão injustamente", disse López Obrador na época em sua coletiva matinal.

yug/llu/am/mvv