Presidente da Mauritânia passa por cirurgia após ser baleado

O presidente da Mauritânia, Mohamed Ould Abdel Aziz, baleado neste sábado, afirmou que sua cirurgia em Nuakchot "foi um sucesso", antes de viajar neste domingo a Paris, onde deu entrada no hospital de Percy, em Clamart, segundo o Ministério francês da Defesa.

"Com estas palavras, quero tranquilizar todos os cidadãos mauritanos. Garanto que a operação de ontem (sábado) à noite foi um sucesso, graças à eficácia da equipe médico", afirmou Ould Abdel Aziz.

Segundo o governo mauritano, o presidente foi levemente ferido por um tiro no sábado à noite perto de Nuakchot por um disparo feito por engano por um militar contra sua comitiva, quando retornava de uma viagem no norte do país.

"A unidade militar não sabia que era a comitiva do presidente", afirmou o ministro da Comunicação.

"Quero tranquilizá-los sobre meu estado de saúde depois do incidente cometido por erro por uma unidade do exército em uma pista não asfaltada nos arredores da localidade de Tweila (a 40 km de Nuakchot). Não há nenhum problema, graças a Deus", concluiu.

O presidente mauritano deixou Nuakchot neste domingo com destino a Paris, onde receberá atendimento médio complementar, segundo uma fonte do governo.

Mohamed Ould Abdel Aziz, 55 anos, apareceu pálido na televisão, mas falava com voz normal. Ao seu lado estavam o primeiro-ministro Moulaye Ould Mohamed Laghdhaf, autoridades civis e comandantes militars do seu regime.

As especulações em Nuakchot eram de que o presidente havia sido ferido no braço ou abdome.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias