Presidente do Peru afirma que vai cooperar com investigação do MP

(12) que vai cooperar na investigação aberta contra ele pelo Ministério Público por suposto tráfico de influência, algo inédito para um presidente em exercício no país.

"Vou colaborar, vou atender ao chamado do procurador ou outras instâncias que tenham a ver com a investigação", afirmou Castillo durante entrevista à emissora estatal TV Perú, na qual negou qualquer tentativa de fugir da justiça.

Sua decisão de colaborar marca uma virada em sua aparente atitude reticente inicial, já que na segunda-feira ele alegou que o MP havia desencadeado uma "perseguição política" contra ele.

"Vou me apresentar, esse é o meu compromisso com o país", disse agora Castillo, que está sendo investigado em um caso que envolve pessoas próximas a ele.

A justiça pediu a detenção de dois sobrinhos do presidente, seu ex-ministro dos Transportes e seu ex-secretário da presidência. Eles estão desaparecidos e são procurados pela polícia.

O Ministério Público incluiu Castillo há uma semana no processo do consórcio "Puente Tarata III", sobre uma suposta rede criminosa chefiada pelo presidente para conceder um contrato de obras públicas.

Castillo foi intimado a depor nesta segunda-feira pelo MP, mas seus advogados pediram o adiamento da convocatória para quarta-feira, sob o argumento de que faltavam informações para dar a respectiva resposta.

O presidente, um professor rural de 52 anos que está no poder há quase 11 meses, nega as acusações.

A investigação é a primeira enfrentada por um presidente em exercício porque a lei peruana impede que um presidente seja processado enquanto está no poder, embora as investigações possam avançar.

Castillo, cujo mandato termina em julho de 2026, já se salvou duas vezes de um impeachment pelo Congresso, controlado pela oposição.

ljc/fj/rsr/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos