Presidente do PSDB determina suspensão de 92 filiados por Doria da lista de eleitores das prévias

·1 min de leitura

SÃO PAULO — O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, determinou nesta quarta-feira a retirada provisória dos nomes de 92 prefeitos e vices paulistas da lista de eleitores das prévias presidenciais. As datas de filiações desses políticos estão sob suspeitas de fraudes.

Araújo também recomendou que a comissão das prévias, responsável pelas regras da disputa, terá que analisar as filiações caso a caso. No entanto, a decisão do presidente do PSDB precisa ser validada pela cúpula do partido numa reunião nesta quinta-feira da Executiva Nacional, que reúne a cúpula do partido.

As prévias que vão indicar um candidato do PSDB à presidência da República em 2022 tem se acirrado entre os governadores João Doria e Eduardo Leite. O ex-prefeito de Manaus Arthru Virgílio também está no páreo, mas tem se mostrado menos ativo na campanha e há expectativa de que desista para apoiar Doria.

No despacho, o presidente do PSDB pede que os nomes dos políticos filiados sejam retirados da relação do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), já que a legenda fará um evento no dia 21 de novembro, quando está marcada a votação das primárias, e os mandatários vão votar em urnas eletrônicas em Brasília.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos