Presidente reclama e Palmeiras divulga vídeo questionando gol de Hulk

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Gol de Hulk garantiu empate entre palmeirenses e atleticanos. Foto: Ricardo Moreira/Getty Images
Gol de Hulk garantiu empate entre palmeirenses e atleticanos. Foto: Ricardo Moreira/Getty Images

O Palmeiras não gostou nada da marcação do gol de Hulk, que sacramentou o empate em 2 a 2 diante do Atlético, na última terça-feira, em confronto válido pela 35ª rodada do Brasileirão.

Os palmeirenses questionam a participação de Nacho Fernández, que em posição de impedimento, teria atrapalhado o goleiro Jailson. A arbitragem ignorou a situação e validou o gol atleticano.

Leia também:

Em nota divulgada nas redes sociais do Verdão, o presidente Mauricio Galiotte foi enfático.

“Impressionante a falta de critério da arbitragem e do VAR para lances tão parecidos, com decisões tão diferentes. Lamentável o despreparo. Precisamos evoluir muito nas questões envolvendo a arbitragem", disse.

Para respaldar a reclamação do cartola, o Palmeiras divulgou um vídeo com uma montagem de três lances parecidos, onde somente o gol de Patrick de Paula, contra o Fortaleza, foi invalidado.

Até o ex-goleiro e ídolo palmeirense, Marcos, entrou na briga para questionar a falta de critério dos apitadores e ironizou a decisão na partida contra os mineiros.

"Só pra constar, hoje, o jogador impedido não atrapalhou o goleiro", escreveu Marcos, nas redes sociais.

Outro que não poupou críticas a validação do gol foi João Martins, que comandou o time na beira do campo, já que Abel Ferreira estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

“Antes de responder as perguntas, quem diz a verdade não merece castigo. Vamos falar um pouco, mais uma vez, daquele lance do segundo gol. Temos que falar a verdade. Como é possível, pelo terceiro jogo seguido, o Palmeiras ser prejudicado? Marcos Rocha quando viu o gol percebeu o que aconteceu e falou com o árbitro. A pressa que ele tinha de buscar a bola no gol para reiniciar o jogo, são coisas incompreensíveis”, reclamou.

Agora o elenco do Palmeiras volta as atenções para a decisão da Conmebol Libertadores, contra o Flamengo, no próximo sábado (27), às 17h00, no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos