Presidente do Senado deixa UTI mas segue internado

Presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) 01/02/2017 REUTERS /Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), recebeu alta da unidade de tratamento intensivo (UTI) nesta sexta-feira, mas segue internado, informou boletim médico divulgado pelo Hospital Santa Lúcia, em Brasília.

De acordo com o boletim, Eunício deve realizar uma ressonância magnética de crânio ainda nesta sexta-feira e há a possibilidade de receber alta hospitalar até o sábado.

"O paciente já se encontra consciente, orientado e caminhando bem", diz o documento.

Na madrugada da quinta-feira, Eunício sofreu um desmaio, foi levado para uma clínica de Brasília e depois transferido para o Hospital Santa Lúcia. Segundo a assessoria do senador, inicialmente pensou-se que ele poderia ter sofrido um acidente vascular cerebral, que acabou não se confirmando nos exames.

Na noite anterior, o Senado teve momentos agitados, com a aprovação de duas matérias: um projeto que altera a lei de abuso de autoridade e uma Proposta de Emenda à Constituição que acaba com o foro privilegiado, com exceção dos presidentes da República, do Supremo Tribunal Federal (STF), da Câmara dos Deputados e do Senado. Ambas contaram com a ativa participação de Eunício nas negociações.

O primeiro vice-presidente do Senado é o tucano Cássio Cunha Lima (PB).

(Por Maria Carolina Marcello)