Presidente do Senado diz que não vê fundamentos para impeachment de ministro do STF

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse não antever fundamentos jurídicos e políticos para o impeachment de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro entregou um pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes. Ele é o relator de inquéritos na Corte que vêm dando dor de cabeça a Bolsonaro, aliados e apoiadores.

— Esse pedido, assim como outros, será analisado pela presidência do Senado. Obviamente vou estudar a peça. É meu papel ouvir a advocacia do Senado. Acho que esse encaminhamento técnico e jurídico deve ser feito e obedecido em respeito a todos as iniciativas que existem e ao direito de todo brasileiro de pedir. Mas eu terei muito critério nisso, e sinceramente não antevejo fundamentos técnicos, jurídicos, políticos para impeachment de ministro do Supremo, como também não antevejo para impeachment do presidente da República — disse Pacheco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos