Presidente do Senado lamenta acidente provocado por desabamento de rocha em Minas Gerais

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), lamentou o desastre ocorrido na cidade mineira de Capitólio, neste sábado, quando uma rocha em um cânion desabou e atingiu embarcações de passeio, deixando ao menos uma pessoa morta e vários feridos.

"Meus sentimentos e solidariedade às vítimas e familiares da tragédia ocorrida hoje nos cânions do Lago de Furnas, em Capitólio/MG. Uma imagem forte e triste. Nossa confiança no trabalho das equipes da Marinha e dos Bombeiros. Que Deus ampare a todos", disse Pacheco em uma rede social.

Em um vídeo que circula nas redes sociais e cuja veracidade foi confirmada, é possível ver o momento em que um dos cânions cede e atinge as embarcações.

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), também prestou solidariedade às vítimas da tragédia por meio de uma rede social. O presidente, no entanto, ainda não se manifestou.

"Em respeito às vítimas da tragédia em Capitólio (MG) não irei replicar o vídeo. Estou em oração por todos e peço a Deus que possa dar força e conforto aos parentes das vítimas e pronta recuperação aos feridos! Reitero também meu respeito aos militares que atuam no resgate", escreveu.

Além deles, outros políticos já publicaram mensagens de apoio e pesar às vítimas pelo acidente. A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ) publicou uma mensagem em que pede força a Minas Gerais.

"Solidariedade aos familiares e amigos das vítimas da tragédia em Capitólio", afirmou a parlamentar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos