Presidente do Shakhtar doará 25 milhões de euros da transferência de Mudryk aos soldados ucranianos

A contratação de Mudryk pelo Chelsea é uma das maiores da janela de transferências de inverno do futebol europeu. Segundo a imprensa europeia, a negociação pode chegar a um valor de 100 milhões de euros (cerca de R$ 550 milhões): 70 milhões de euros fixos, mais 30 milhões em variáveis. Parte deste montante será destinada a ajudar a Ucrânia na guerra contra a Rússia, como garantiu o presidente do Shakhtar Rinat Leonidovich Akhmetov.

Em um comunicado publicado no próprio site oficial do clube, Rinat Akhmetov disse que decidiu usar um bilhão de Hryvnia ucraniano (cerca de 25 milhões de euros e R$ 138 milhões nas cotações atuais) do dinheiro recebido com a transferência de Mudryk para lançar o projeto "Coração de Azovstal", destinado a ajudar os defensores do Azovstal e suas famílias.

"Antes de tudo, quero agradecer a todo o mundo civilizado por ajudar a Ucrânia. Graças ao exército ucraniano, ao povo ucraniano e ao grande apoio de todo o mundo civilizado, hoje podemos falar sobre o futebol ucraniano. Somente juntos venceremos o mal que se abateu sobre nossa casa", disse o presidente do Shakhtar.

"É por isso que decidi lançar o projeto "Heart of Azovstal" - para ajudar os defensores de Mariupol e as famílias dos soldados mortos. Sua façanha não tem análogos na história moderna. É graças a eles, seu sacrifício e coragem em conter o inimigo nos primeiros meses da guerra que hoje todos nós sentimos a inevitabilidade da Vitória da Ucrânia. Hoje, estou alocando 1 bilhão de hryvnias para ajudar nossos soldados e defensores, bem como suas famílias. Eles serão direcionados para várias necessidades - desde tratamento, assistência psicológica, próteses até a implementação de solicitações direcionadas.", completou.

Além de Mudryk, que foi eleito o melhor jogador do Shaktar por dois anos consecutivos, em 2021 e 2022, o Chelsea, de Graham Potter, acertou até aqui as contratações de João Félix, Andrey Santos, Badiashile e Datro Fofana. A expectativa é de uma completa reformulação do elenco para a próxima temporada.

Queridos amigos, queridos fãs!

O clube de futebol "Shakhtar" assinou um acordo final com o London "Chelsea" - o jogador de futebol ucraniano Mykhailo Mudryk continuará sua carreira como parte dos "aristocratas" no campeonato nacional mais forte - a Premier League inglesa.

Em primeiro lugar, quero agradecer a todo o mundo civilizado por ajudar a Ucrânia. Graças ao exército ucraniano, ao povo ucraniano e ao enorme apoio de todo o mundo civilizado, podemos falar hoje sobre o futebol ucraniano. Somente juntos venceremos o mal que chegou ao nosso lar.

Eu tenho sentimentos mistos hoje. Por um lado, estou feliz por Mykhailo e orgulhoso dele. Esse cara provou com seu próprio exemplo que o impossível pode se tornar possível graças ao talento e ao trabalho duro. Estou absolutamente certo de que toda a Europa aplaudirá o jogo brilhante e bonito de Mykhailo.

Por outro lado, nunca escondi que o meu sonho é ganhar troféus europeus. Isso significa que jogadores como Mudryk deveriam ser convidados para o nosso clube, nosso campeonato ucraniano, e ganhar troféus europeus com esses jogadores, e não torcer por eles, mesmo quando jogam nos melhores clubes do mundo. Infelizmente, isso não é possível agora, porque há uma guerra vil e injusta travada contra nós pela Federação Russa na Ucrânia. Mas estou convencido de que vamos vencer. E vamos jogar um amistoso com o "Chelsea" na "Donbas Arena" em Donetsk, na Ucrânia.

Devemos fazer todo o possível para aproximar este dia.

É por isso que decidi lançar o projeto "Coração de Azovstal" - para ajudar os defensores de Mariupol e as famílias dos soldados mortos. Sua façanha não tem análogos na história moderna. É graças a eles, seu sacrifício e coragem em conter o inimigo nos primeiros meses da guerra que hoje todos sentimos a inevitabilidade da Vitória da Ucrânia.

Hoje, aloco 1 bilhão de hryvnias para ajudar nossos soldados e defensores, bem como suas famílias. Eles serão direcionados a diversas necessidades - desde tratamento, atendimento psicológico, próteses até a realização de pedidos direcionados. Para cumprir os princípios de transparência, será formada uma equipa profissional e independente, que irá interagir com os defensores do "Azovstal", as suas famílias, serviços de mecenato e voluntários.

Estamos em dívida eterna com nossos soldados!