Presidente do STJ nega pedido para interditar Avenida Niemeyer, no Rio

Victor Farias
·1 minuto de leitura
Guito Moreto

BRASÍLIA — O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, negou nesta terça-feira pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) para interditar a Avenida Niemeyer, no Rio de Janeiro. A via teve seus acessos novamente fechados no penúltimo dia de 2020, por conta de um deslizamento de terra.

No despacho, Martins afirma que o pedido formulado tem como base notícia veiculada pela imprnesa sobre deslizamentos de terras no local, mas não foi anexado "nenhum laudo técnico atual para embasar seu temor com relação a possíveis deslizamentos que possam causar graves prejuízos à segurança dos cidadãos".

O ministro afirma também que, por outro lado, a prefeitura do Rio apresentou lauto técnico atual, de 5 de janeiro, elaborado pela Fundação Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro, que indica "que não há nenhum risco aos transeuntes com a continuidade da liberação da Avenida Niemeyer".