Presidente do TRE-AM morre em decorrência da Covid-19

·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Amazonas, desembargador Aristóteles Thury, 71, morreu na manhã deste domingo (14) em decorrência de complicações da Covid-19. O magistrado foi diagnosticado com a doença em janeiro. Ele chegou a ser transferido para um hospital em São Paulo, mas não resistiu às complicações provocadas pelo novo coronavírus. A morte foi confirmada pela assessoria do Tribunal de Justiça do Amazonas, onde ele também atuava. Thury assumiu a presidência do TRE-AM em maio e cumpriria o mandato até 2022. Ele atua como juiz desde 1980, quando ingressou nos quadros do TJ-AM. Manaus, a capital do Amazonas, sofre desde o início do ano com um agravamento dos efeitos da pandemia. A alta no número de internados levou ao fim do oxigênio para pacientes. A alta é atribuída a uma nova variante do novo coronavírus mais contagiosa.