Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia

Reprodução/TV Record

Um detento do Centro de Detenção Provisória de Osasco (SP) teria confessado “ter atentado contra a vida de uma visitante”, segundo informações da assessoria de imprensa da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo).

Amanda Karyne Teixeira, de 23 anos, ex-companheira do preso, morreu no último sábado (15) ao visitá-lo. A filha dos dois estava junto.

Durante a visita, Amanda precisou ser retirada da cela por agentes penitenciários. Ela estaria inconsciente, com dificuldades de respirar e foi levada ao hospital, mas já chegou sem vida ao local.

De acordo com a SAP, o preso confessou ter cometido o crime na segunda-feira (17). A secretaria disse que vai solicitar a internação dele em “Regime Disciplinar Diferenciado”, em Presidente Bernardes, no interior paulista.

O homem foi detido suspeito de praticar roubo e condenado a quatro anos de prisão em regime semiaberto. No entanto, de acordo com SAP, ele abandonou o CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Franco da Rocha, também na Grande SP, em maio, e foi recapturado dois meses depois. (Com informações do R7).