Preso homem acusado de espancar, cortar cabelo e colocar fogo na mãe de companheira

Homem acusado de espancar e queimar mulher foi preso em flagrante — Foto: Reprodução/Polícia Civil
Homem acusado de espancar e queimar mulher foi preso em flagrante — Foto: Reprodução/Polícia Civil

Foi preso nesta terça-feira (30), um mecânico suspeito de espancar a companheira por 6 horas, cortar o cabelo e colocar fogo na mão dela durante uma briga dentro de casa, em Posse, no nordeste de Goiás.

Humberto Soares, delegado que investiga o caso, informou que a mulher de 22 anos, conseguiu fugir no meio das agressões e se escondeu na casa de parentes.

O caso teria acontecido há cerca de 15 dias, quando a vítima procurou a delegacia da cidade para denunciar o companheiro. Cheia de hematomas pelo corpo e queimaduras, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva do homem.

Ainda de acordo com o delegado do caso, a mulher relatou que as agressões teriam sido motivadas pelo homem desconfiar que a companheira havia sido infiel com ele.

"Logo após o fato, o suspeito saiu da cidade, mas voltou. Ficou escondido na casa de amigos. Ela contou que ele havia chegado em casa transtornado, sob efeito de entorpecente e, por acreditar que ela tinha sido infiel, a agrediu", explicou o delegado.

Armado, o homem retornou e tentou contato com a mulher. Entrou na casa com uma faca e exigiu falar com a companheira. No entanto, a própria família dele avisou aos bombeiros e à polícia que ele tinha retornado.

A polícia foi até o local, e encontrou um revólver e drogas com o homem, o que levou à prisão em flagrante também por tráfico e posse ilegal de arma.

A identidade do agressor não foi revelada pela polícia.