Preso na Grécia o número 2 de um partido neonazista que estava foragido

·1 minuto de leitura
Christos Pappas discursa no Parlamento grego

A polícia grega anunciou nesta quinta-feira (1º) a prisão do número dois do partido neonazista Amanhecer Dourado, Christos Pappas, que estava foragido desde que foi condenado a mais de 13 anos de prisão em outubro.

Cerca de 50 membros do Amanhecer Dourado foram condenados em um julgamento que durou cinco anos e meio em Atenas. Eles foram acusados de formação de organização criminosa, assassinato e porte ilegal de armas.

Pappas, de 59 anos, foi detido em uma casa no bairro de Zografou, na capital grega, onde a polícia acreditava que ele podia estar escondido ao lado de uma mulher que também foi detida, informou uma fonte policial à AFP.

O homem, considerado um dos principais ideólogos do Amanhecer Dourado, será levado perante um promotor nesta sexta-feira, segundo nota da polícia.

No auge da crise financeira na Grécia em 2012, o Amanhecer Dourado conseguiu entrar no Parlamento, aproveitando o descrédito da população nos partidos tradicionais.

h/fjb/bds/pc/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos