Preso por estuprar enteada de 12 anos fingia ser policial civil para a mãe da vítima, em Minas Gerais

RIO — Um homem de 42 anos investigado por esturpro de vulnerável contra a enteada de 12 anos foi preso em Betim (MG) na última sexta-feira. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), os abusos sexuais teriam começado quando a vítima tinha 8 anos.

A delegada Ariadne Elloise Coelho, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e responsável pelo inquérito policial, a mãe da menina contou que o companheiro se como policial civil durante todo o relacionamento do casal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos