Presos ajudam a limpar manchas de óleo das praias de Alagoas

Os presos que trabalharam na limpeza das praias têm direito a remissão de pena (Foto: Ascom/Seris)
Os presos que trabalharam na limpeza das praias têm direito a remissão de pena (Foto: Ascom/Seris)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • 43 detentos que cumprem regime aberto ou semiaberto participam da ação

  • Ação acontece entre quinta e sexta-feira

Um projeto da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) de Alagoas possibilitou que 43 presos que cumprem regime aberto ou semiaberto ajudem na limpeza das manchas de óleo cru nas praias do estado em troca de remissão de pena. A ação começou na última quinta-feira e segue até esta sexta (18).

O óleo, que já atingiu 167 localidades em 72 municípios do Nordeste brasileiro, já foi retirado e voltou a aparecer em 5 estados diferentes. Em Alagoas, o trabalho de limpeza é feito por equipes da Defesa Civil Estadual, funcionários da Prefeitura local e servidores de outras secretarias de Estado.

Leia também

Além da mão-de-obra, a Seris também cedeu à força-tarefa de limpeza dois ônibus da frota do sistema prisional.

“A Seris dá sua parcela de contribuição ao ofertar a mão-de-obra qualificada destes reeducandos, todos assistidos por meio do projeto Uma Nova História”, informa o secretário ao G1.

Através de convênios com empresas públicas e privadas, a secretaria oferece oportunidades de emprego a 788 reeducandos, que também têm direito a remição de pena, conforme determina a Lei de Execução Penal.

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) de Alagoas informa que, até a última quarta-feira (16), haviam sido recolhidas 150 toneladas de petróleo cru no estado. A substância é encaminhada à Central de Tratamento de Resíduos (CTR) do Pilar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos