Presos fogem durante transferência de penitenciária alagada em SC

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar de Santa Catarina tenta recapturar cinco presos que fugiram durante megaoperação para esvaziar duas prisões de Tubarão, no sul do estado, devido a uma enchente na região.

Ao todo, 12 homens fugiram durante a transferência dos 759 presos, ocorrida na quinta-feira (5). Três foram localizados imediatamente e quatro em buscas realizadas desde então. Entre os cinco que permanecem foragidos, quatro eram presos provisórios e um está condenado.

As fugas ocorreram na madrugada de quinta-feira (5), quando os presos caminhavam escoltados da penitenciária até um terreno mais alto, pertencente a um centro em que adolescentes cumprem medidas socioeducativas.

Apesar da ocorrência, a SAP (Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa) de Santa Catarina considera a transferência um sucesso, dada a urgência e o desafio logístico da operação, que mobilizou mais de 400 agentes de segurança de outras 14 unidades prisionais do estado.

CHUVA

Desde o início da semana, três pessoas morreram em decorrência da forte chuva em Santa Catarina.

Duas mortes ocorreram em São Joaquim, na serra catarinense, onde dois homens de 45 e 60 anos foram encontrados dentro de um carro capotado dentro do Rio Rondinha na terça-feira (3). O terceiro caso ocorreu na quinta-feira (5) em Urubici, também na serra, quando um homem de 45 anos foi levado pela correnteza ao tentar sair de um carro.

Na tarde de sexta-feira, a Defesa Civil catarinense computava 115 municípios com ocorrências relacionadas às chuvas, somando 44 mil pessoas afetadas e 14 municípios em situação de emergência.

Até então são 518 desabrigados (pessoas que perderam suas casas) e 7.100 desalojados (que tiveram que deixar suas casas provisoriamente).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos