Presos milicianos que abasteciam sem pagar e deram prejuízo de R$ 10 mil a posto; 'na conta da gerência'

Dois milicianos foram presos na tarde de terça-feira depois de causarem um prejuízo de cerca de R$ 10 mil a um posto de gasolina do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo as investigações, José Correia do Nascimento Neto, de 27 anos, e Kevelyn Thuan Mendonça da Silva, de 26, abasteciam veículos clonados no estabelecimento e mandavam colocar o valor "na conta da gerência”. Ao todo, os dois atuaram 57 vezes no local desde o fim de outubro do ano passado.

José e Kevelyn foram presos por policiais civis da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) na Avenida das Américas, próximo ao número 16.885. A dupla tinha acabado de fazer um novo abastecimento, no valor de R$ 160. Com eles, foram apreendidos o veículo clonado, uma pistola 9mm, dois celulares e acessórios utilizados pelo grupo.

José e Kevelyn são apontados como integrantes do grupo paramilitar que atua na região de Vargem Grande, também na Zona Oeste da capital fluminense. O carro utilizado pelos dois para abastecimento, segundo as investigações, foi roubado em maio de 2021, em Madureira, e utilizava uma placa do Estado de São Paulo.

A dupla foi presa em flagrante por milícia privada, porte ilegal de arma de fogo, receptação e furto qualificado. Eles também tinham um mandado de prisão em aberto por roubo.

Segundo a Polícia Civil, na madrugada do último dia 24, três criminosos também chegaram a render funcionários do posto de gasolina e roubaram o dinheiro do estabelecimento. Na ação, tentaram, inclusive, arrombar o cofre do posto, mas não tiveram sucesso.