Presos provisórios e menores internos poderão votar neste domingo em São Paulo

LARISSA TEIXEIRA
·1 minuto de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Neste domingo (15), 2.249 presos provisórios e 393 adolescentes internos poderão votar no primeiro turno das eleições para prefeito e vereador no estado de São Paulo. Os dados são do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) . A votação acontece em seções especiais dentro das unidades prisionais e de internação.

Os adolescentes em internação provisória ou cumprindo medidas socioeducativas, com idade a partir de 16 anos, poderão votar em 14 seções eleitorais distribuídas em unidades nas cidades de São Paulo, Guarulhos (Grande SP), Cerqueira César (293 km de SP), Iaras (285 km de SP) e Sorocaba (99 km de SP).

Leia também

Já os presos provisórios são aqueles que aguardam julgamento. Segundo a lei, apenas pessoas condenadas de forma definitiva perdem o direito de votar. A Justiça Eleitoral irá instalar 37 seções em 28 cidades para que a votação aconteça.

Estes estabelecimentos prisionais estão em municípios do interior, do litoral e da Grande São Paulo. Na capital paulista, haverá urnas nos Centros de Detenção Provisória de Pinheiros (zona oeste) e da Vila Independência (zona leste).

Adolescentes internos e presos provisórios votam desde 2010. Segundo o TRE-SP, nas eleições de 2018, cerca de 4.500 pessoas estavam aptas votar.