Pressionado pela CPI, Bolsonaro convoca rede nacional de TV

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — Em meio ao avanço da CPI da Covid, o presidente Jair Bolsonaro convocou para esta quarta-feira um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão. A expectativa é que o presidente faça um discurso de até 5 minutos e aborde, entre outros temas, a aquisição de vacinas.

O governo tem sido pressionado pelas investigações e depoimentos da CPI no Senado. Os integrantes da comissão investigam, entre outros pontos, a demora do governo federal em responder à oferta da farmacêutica Pfizer para doses da vacina contra a Covid-19.

O texto do pronunciamento foi preparado com a ajuda do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e do Secretário de Comunicação, André Costa.

Em março deste ano, quando os casos e óbitos por Covid-19 aumentaram de forma exponencial, o presidente moderou seu discurso e defendeu o desempenho do governo durante a pandemia. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que 2021 seria o "ano da vacinação".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos