Previdência: Em meio a greves, governo promete acabar com filas do INSS

Previdência: Em meio a greves, governo promete acabar com filas do INSS
Previdência: Em meio a greves, governo promete acabar com filas do INSS
  • Representantes dos servidores afirmam que funcionários tiveram corte de salário por não cumprimento de metas;

  • INSS teve mais de 2 milhões de pedidos atrasados só em janeiro de 2022;

  • Serrano afirmou que a meta não leva em conta os recursos e pedidos de revisão de benefício.

Guilherme Serrano, presidente do INSS, prometeu que irá eliminar, até o fim do ano, a fila de 1,6 milhão de benefícios atrasados. Segundo informou o ministro, cerca de 500 mil segurados da fila são pessoas com deficiência que buscam o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Representantes dos servidores afirmam que funcionários tiveram corte de salário por não cumprimento de metas.

Apesar da expectativa gerada no discurso aos deputados Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, Serrano afirmou que a meta não leva em conta os recursos e pedidos de revisão de benefício.

Sobre medidas para atender os servidores do INSS para terminar a greve, o ministro disse que vai lutar para que tudo seja cumprido. “É claro que não depende totalmente de mim, mas a gente vai lutar e utilizar o peso do Ministério do Trabalho para que a gente honre aquilo que foi acertado para o fim da greve.”

Antes de retomar a greve nesta terça-feira (31), os servidores do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) encerraram uma paralisação que durou quase dois meses no último dia 23 de maio. A categoria aceitou retornar ao atendimento nas unidades no dia 24. Os servidores aceitaram um reajuste de 5% que será concedido a todos os servidores federais, ante um reajuste de 19,99%, após 61 dias de paralisação. No entanto, o reajuste ainda não foi definido pelo governo federal.

Passados 50 dias do início da greve do peritos médicos federais, a fila que se forma no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para atendimento já passava de 1 milhão de pessoas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos