PRF apreende mais de R$ 1 milhão escondidos em carro abordado em MG

Policiais rodoviários federais apreenderam pouco mais de R$ 1 milhão em dinheiro ao revistar um veículo durante uma operação de rotina na BR-050, próximo a Uberaba (MG). Segundo a PRF, a quantia estava escondida em um compartimento isolado, instalado atrás do banco traseiro de um Renault Logan com placa de Uberaba.

Além de pouco mais de R$ 900 mil em espécie, havia cerca de US$ 40 mil (o equivalente a cerca de R$ 212 mil) escondidos no interior do automóvel. Conduzido para prestar depoimento na delegacia da Polícia Federal (PF) em Uberaba, o motorista se limitou a informar que trabalha como motorista de aplicativo e partira de Uberlândia (MG), com destino a Uberaba.

Embora não tenha fornecido mais detalhes sobre a origem e o destino do dinheiro, o condutor do veículo foi liberado logo após prestar depoimento. De acordo com a PF, o homem – cujo nome não foi divulgado - será investigado e todo o dinheiro apreendido será depositado em uma conta bancária vinculada ao processo judicial, ficando à disposição da Justiça.

Em menos de um mês, esta é a segunda apreensão milionária que a PRF faz ao inspecionar veículos que transitam pelas rodovias federais. No último dia 11, policiais rodoviários federais apreenderam pouco mais de R$ 2,50 milhões encontrados em caixas de papelão no interior de um Corolla com placa do Distrito Federal. Os agentes pararam o carro próximo a Ulianópolis (PA), também durante fiscalização de rotina. O motorista foi liberado após prestar depoimento, o dinheiro apreendido e o caso está sendo investigado.

Além das grandes apreensões de dinheiro em espécie, a PRF vem registrando ocorrências quase que diárias envolvendo cifras menores. Ontem (28), em Humaitá (AM), agentes apreenderam R$ 24 mil que estavam sendo transportados pelo motorista de uma caminhonete, abordado enquanto transitava por um bairro residencial da cidade. Segundo a PRF, ao receber ordem para estacionar o carro, o condutor tentou fugir com o veículo, mas foi alcançado e forçado a parar. Como nos outros dois casos, o homem não forneceu explicações consistentes sobre a origem do dinheiro.

Também nesta sexta-feira, policiais rodoviários federais apreenderam cerca de R$ 315 mil – parte da quantia, em euros. A apreensão aconteceu n a BR 116 e motivou a instauração de investigação por suspeita de crime eleitoral, já que o motorista do veículo no interior do qual o dinheiro foi encontrado não conseguiu comprovar a origem da quantia.

Operação Eleições

As abordagens rodoviárias fazem parte da chamada Operação Eleições 2022, que acontece em todo o território nacional. Deflagrada em 28 de setembro, a iniciativa conjunta da PRF com outros órgãos de segurança pública foi dividida em duas fases: a primeira terminou no dia seguinte (3) à realização do primeiro turno das eleições gerais. A segunda vai até a próxima segunda-feira (31) e tem o objetivo de, entre outras coisas, combater crimes eleitorais como a compra de votos e o transporte irregular de eleitores, além de reforçar a vigilância para garantir a segurança do tráfego de veículos nas rodovias federais.

Ao participar, ontem(28), em Brasília, de uma coletiva de imprensa sobre a organização e os resultados alcançados com a operação, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, informou que, desde o início, PRF e PF já apreenderam mais de R$ 10 milhões em dinheiro que provavelmente seriam usados para financiar crimes eleitorais.