PRF desmente Aras e diz que há 32 bloqueios em estradas brasileiras

Cerca de uma hora depois de o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, ter dito que foi informado pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, que não há mais bloqueios nas estradas, a PRF informou que 30 interdições parciais e 2 bloqueios totais permanecem ativos.

As interdições se mantêm em sete estados. A maior parte está concentrada em Mato Grosso, com 9 casos. Rondônia vem em seguida, com 8. Pará (6), Santa Catarina (4), Amazonas (1), Mato Grosso do Sul (1) e Paraná (1) completam a lista.

Já os bloqueios que ainda não foram dissipados estão em Paraná e Santa Catarina, cada estado com um caso. Há cinco horas, havia 60 interdições parciais e 13 bloqueios espalhados pelo país.

Segundo a PRF, perto das 16 horas um total de 921 manifestações haviam sido “desfeitas” — 45 delas em menos de seis horas.

Aras afirmou que a PRF havia zerado os bloqueios durante a abertura da sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que analisa um processo sobre o Fundo Amazônia.

— Quero registrar que hoje às 13h fui informado oficialmente pelo ministro da Justiça de que não havia mais nenhum bloqueio em nenhuma das rodovias brasileiras — disse.