Primeira-dama dos EUA viajará ao Japão para Olimpíada, diz Casa Branca

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Primeira-dama dos EUA, Jill Biden, discursa em Lake Buena Vista, na Flórida
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

WASHINGTON (Reuters) - A primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, viajará a Tóquio para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos em 23 de julho, informou a Casa Branca nesta terça-feira, liderando uma delegação que não incluirá seu marido, o presidente norte-americano Joe Biden.

Em meio a surtos da pandemia de coronavírus, as autoridades proibiram os espectadores de comparecer a quase todos os eventos olímpicos e Tóquio declarou estado de emergência até 22 de agosto, bem depois do encerramento dos jogos, em 8 de agosto.

A Olimpíada, há um ano atrasada por causa da Covid-19, está programada para ocorrer de 23 de julho a 8 de agosto.

(Por Lisa Lambert em Washington e Daniel Leussink em Tóquio)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2838))

REUTERS PVB ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos