Primeira fase do vestibular da Unicamp será neste domingo

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplica, neste domingo (6), a prova da primeira fase do vestibular para ingresso em 2023. São 61.627 candidatos inscritos, que concorrem a 2.540 vagas em 69 cursos de graduação. A prova terá início às 13h, no horário de Brasília. A orientação da comissão organizadora é que os candidatos cheguem com pelo menos 1 hora de antecedência.

Em São Paulo, a prova será aplicada em 31 cidades, e cinco capitais recebem o vestibular da Unicamp: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Salvador.

Notícias relacionadas:

Os participantes devem levar o documento original de identidade indicado no ato da inscrição, canetas de cor preta em material transparente, lápis preto e borracha. É permitido o uso de régua transparente e compasso. Também está autorizado que os candidatos levem água, sucos ou doces. O uso de máscaras é facultativo.

Não é permitido usar aparelhos celulares ou outros equipamentos eletrônicos, relógios pessoais, relógios do tipo smartwatch, corretivo líquido, lapiseira, caneta marca texto, boné, chapéu, ou outros materiais estranhos à prova. Haverá relógio nas salas e avisos do tempo de prova.

A prova terá duração de 5 horas para resolução de 72 questões de múltipla escolha. Cada questão tem quatro alternativas e vale um ponto. Serão 12 questões de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, 12 questões de Matemática, oito questões de História, oito questões de Geografia (incluindo Filosofia e Sociologia), oito questões de Física, oito questões de Química, oito questões de Biologia e oito questões de Inglês.

O curso de Medicina é o mais concorrido neste vestibular, tanto na concorrência geral, como na concorrência por cota. São 86 vagas para 25.273 inscritos, o que representa 293,87 candidatos por vaga. Apesar de alta, a disputa é menos acirrada do que no ano passado, quando a taxa chegou a 324,7 por vaga. Para as 17 vagas por cota, são 3.062 inscritos, ou seja, 180,12 candidatos por vaga.

O segundo curso mais procurado é o de Arquitetura e Urbanismo (83 por vaga), seguido pelo curso de Ciência da Computação (75,85 por vaga). Apenas um curso não teve inscritos, o de Música Erudita: Trombone.