Primeira proposta não agrada Renato Gaúcho, que se reunirá com o Flamengo na tarde deste sábado

·1 minuto de leitura

O Flamengo já fez a primeira proposta para Renato Gaúcho, principal candidato a assumir o cargo de técnico do clube após a saída de Rogério Ceni, mas esbarrou na questão financeira. A oferta encaminhada ao empresário do técnico não agradou em termos salariais.

Foram oferecidos ganhos na faixa de R$ 400 mil mensais, valor próximo ao que Ceni recebia no rubro-negro. O estafe do treinador sinalizou ao clube que deseja um valor maior. Renato recebia algo próximo de R$ 1 milhão mensais no Grêmio, mas aceitaria reduzir a pedida para treinar o Flamengo.

A ideia inicial é que o técnico assine contrato apenas até o fim do ano, já que haverá eleições no clube. Portaluppi se reunirá com o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, na tarde deste sábado, para discutir pormenores da proposta.

Apesar da sinalização inicial, a boa relação com Braz e a tendência a aceitar uma redução salarial dão força à chegada do técnico, que também é bem visto pelo Conselho de Futebol. Por outro lado, o nome ainda enfrenta resistências internas, como do presidente Rodolfo Landim e do vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos