Primeira sanduicheria de pescados do Rio abre as portas

·1 min de leitura

RIO — Um dos carros-chefes é uma adaptação do tradicional fish & chips inglês: peixe do dia envolto por massa de tempura à base de cerveja e servido por cima de chips crocantes de batata com vinagre, acompanhado de molho tártaro. Outro é o De Fumado, inspirado no Lox Bagel americano: fatias de salmão defumado servidas em pão pretzel com cream cheese, picles de cebola roxa, molho da casa e rúcula. Mais uma criação do chef Thomas Troisgros, a Marola, primeira sanduicheria de pescados da cidade, abre as portas este fim de semana no número 366 da Avenida Olegário Maciel, na Barra, com a missão de conquistar a clientela carioca com uma proposta diferente.

— Acho até curioso não ser tão comum. Moramos em uma cidade de praia, e o carioca tem conexão com o mar. Estamos acostumados a comer alimentos frescos. Olha como pratos como ceviche e poke fazem sucesso. E ainda temos um movimento de pessoas que estão diminuindo o consumo de carne vermelha. A Marola chega para suprir essa lacuna, com releituras de sanduíches clássicos usando peixes e frutos do mar — diz Troisgros, filho de Claude e chef executivo do Grupo T.T., que tem ainda as marcas T.T. Burger, Três Gordos (de smash burgers) e Tom Ticken (de petiscos à base de frango).

Os pescados servidos na casa, que tem cozinha aberta e mesas na calçada, são fornecidos por outra marca tradicional, a Frescatto, parceira do negócio. O salão funciona do meio-dia à meia-noite, e a Marola também investe em delivery, pelo telefone (21) 96458-8675.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos