Primeiras 300 mil doses da vacina russa contra o coronavírus chegam à Argentina

·1 minuto de leitura

BUENOS AIRES (Reuters) - As primeiras 300 mil doses da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus chegaram na manhã de quinta-feira à Argentina, que aprovou na véspera seu uso "em caráter de emergência".

Em um voo especial da Aerolíneas Argentinas proveniente de Moscou, as vacinas chegaram ao aeroporto internacional de Ezeiza, perto de Buenos Aires, segundo testemunhas da Reuters e imagens da televisão.

As autoridades esperam aplicar as primeiras doses nos próximos dias na Argentina, que contabiliza 1.563.865 casos de coronavírus, com 42.314 mortes.

O regulador da Argentina foi na quarta-feira o segundo no mundo a aprovar a vacina Sputnik V, depois da Bielorrúsia.

A Argentina aprovou nesta semana também a vacina produzida pela Pfizer.

(Reportagem de Nicolás Misculin)