Primeiro carioquinha de 2021 nasceu aos cinco segundos do Ano Novo na Zona Oeste

O Globo
·1 minuto de leitura
Divulgação SMS

RIO - O primeiro bebê do ano nascido no município do Rio num ano marcado pela esperança de uma vacina que possa acabar com a pandemia do novo coronavírus é um menino. Murilo, como vai se chamar o mais novo carioquinha veio ao mundo aos cinco segundos desta sexta-feira, dia 1º de janeiro, na maternidade do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. A criança é filho de Carolaine Aguiar Barros, que teve parto cesariano. O pai Walter Dantas, fez questão de acompanhar o nascimento do filho.

Murilo nasceu pesando 3,405 kg e medindo 50 cm. O parto foi realizado pela equipe composta pelos obstetras Leonel e Lívia, as enfermeiras Fernanda e Etiene e acompanhado pela pediatra Amanda.

Rotina intensa: Ano novo só começa depois do plantão para os profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19

O nascimento do garoto foi motivo de festa também para os profissionais de saúde da unidade, que celebraram a chegada do Ano Novo, num momento de muitas expectativas, de um modo bastante especial: o nascimento de um bebê.

Virada diferente: Réveillon da pandemia: virada em Copacabana tem queima de fogos 'customizada'

Primeiro do estado é da Baixada

Já o primeiro bebê nascido numa unidade da rede estadual de saúde é uma menina. Kauany veio ao mundo no Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. A criança nasceu de parto normal aos três minutos de 2021, pesando 2.840kg e medindo 50 cm. Ela é filha de Carolayne Aparecida Baquerizas Labradas.