Primeiro expulso da Copa, Hennessey é melhor amigo de Bale e 'levou' Gales ao Catar

A Copa do Mundo do Catar conheceu hoje o seu primeiro jogador a ser expulso. O goleiro Wayne Hennessey, de País de Gales, recebeu o cartão vermelho aos 41 minutos do segundo tempo, após acertar o rosto de Taremi, atacante do Irã, com o joelho. No fim, o time asiático venceu por 2 a 0.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: Você decide quem será campeão da Copa do Catar

Hennessey se tornou o terceiro goleiro a ser expulso em uma partida de Copa do Mundo na história. O primeiro foi Gianluca Pagliuca, no jogo entre Itália e Noruega, em 1994, e o segundo foi Itumeleng Khune, no confronto da África do Sul diante do Uruguai.

Embora tenha parecido um pouco afobado na saída da área, Hennessey, de 35 anos, é um dos mais experientes e o terceiro jogador com mais partidas na história de País de Gales, atrás de Chris Gunter e Gareth Bale. O goleiro alcançou a marca de 100 jogos com a seleção, em março, num amistoso contra a República Tcheca.

Antes da partida que atingiu o marco, o goleiro foi presenteado com um boné de ouro de seu herói de infância, o ex-jogador e treinador Neville Southall. E depois, seu melhor amigo na equipe, o craque Gareth Bale, fez questão de levar Hennessey para frente das arquibancadas do estádio de Cardiff, para garantir que ele se deliciasse com sua conquista.

Pombo: Richarlison exorciza maldição da nove e prova que tem muito mais que carisma

Quem é: Zagueiro que lesionou Neymar foi apelidado de 'El Loco' por Higuaín depois de entrada violenta

A importância de Hennessey não para por aí. A sua exibição heróica contra a Ucrânia pelas Eliminatórias foi fundamental para garantir País de Gales no Mundial do Catar. Além disso, Gareth Bale afirmou que esta foi uma das melhores atuações que ele já viu de um goleiro.