Primeiro-ministro britânico é multado pela polícia por não usar cinto de segurança

Primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, aparece sem o cinto de segurança em carro em movimento em registro de vídeo postado por ele em rede social em 19/01/2023

Por Andy Bruce e Farouq Suleiman

LONDRES (Reuters) - A polícia britânica multou o primeiro-ministro Rishi Sunak nesta sexta-feira por não usar o cinto de segurança enquanto filmava um clipe para suas redes sociais no banco de trás de um carro em movimento, um episódio potencialmente embaraçoso enquanto ele tenta resgatar a imagem de seu partido.

Sunak, que se desculpou na quinta-feira por um "breve erro de julgamento", postou o vídeo no Instagram durante uma viagem ao noroeste da Inglaterra. O vídeo foi amplamente compartilhado por outros usuários que perceberam que ele não havia afivelado o cinto de segurança.

A polícia local disse mais tarde naquele dia que iria investigar o caso e confirmou na noite desta sexta-feira que havia ocorrido uma ilegalidade.

É a segunda penalidade que Sunak recebe da polícia, depois que no ano passado foi descoberto que ele quebrou as regras de lockdown contra a Covid-19, com o então primeiro-ministro Boris Johnson.

Sunak se torna o segundo primeiro-ministro depois de Johnson a infringir a lei dessa maneira.

A multa representa uma distração adicional para Sunak, cujo Partido Conservador está muito atrás do Partido Trabalhista, da oposição, nas pesquisas de opinião antes de uma eleição prevista para janeiro de 2025, no mais tardar.

(Reportagem de Andy Bruce e Farouq Suleiman)