Primeiro-ministro britânico faz nova visita à Ucrânia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, chegou nesta sexta-feira (17) a Kiev, em sua segunda visita surpresa à Ucrânia, um dia depois que quatro dirigentes da União Europeia (UE) estiveram no país invadido pela Rússia.

"Estou encantado de ver novamente em Kiev um grande amigo de nosso país", escreveu o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no Telegram. Johnson, por sua vez, manifestou em seu perfil no Twitter sua satisfação por "estar de novo em Kiev".

"Os numerosos dias desta guerra demonstraram o apoio firme e determinado da Grã-Bretanha à Ucrânia" escreveu Zelensky, antes de dar boas-vindas ao primeiro-ministro britânico.

Segundo um comunicado do escritório de Johnson, o primeiro-ministro britânico "se ofereceu para lançar um grande programa de formação das forças ucranianas, que poderia formar até 10.000 soldados a cada 120 dias".

Johnson foi o primeiro líder de um país do G7 a visitar Kiev, em 9 de abril, apenas duas semanas depois que as tropas russas foram repelidas dos subúrbios da capital.

A visita desta sexta-feira do premiê britânico acontece horas depois que a União Europeia enviara uma forte mensagem de solidariEdade a Kiev ao apoiar seu desejo de ser candidato a ingressar no bloco.

Os 27 países-membros da UE deverão dar luz verde de forma unânime. Mas os líderes das principais economias europeias - Alemanha, França e Itália - já expressaram seu apoio total em uma viagem à Ucrânia na quinta-feira.

ant/cat/sg/js-me/eg/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos