Primeiro-ministro de Israel dissolve governo e país terá novas eleições

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, anunciou que vai dissolver o parlamento (Foto: ABIR SULTAN/POOL/AFP via Getty Images)
Primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, anunciou que vai dissolver o parlamento (Foto: ABIR SULTAN/POOL/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Primeiro-ministro de Israel anunciou que vai dissolver parlamento e convocar eleições

  • Votação deve acontecer em outubro e, até lá, Yair Lapid será o primeiro-ministro

  • Israel teve cinco eleições em três anos

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, anunciou que vai dissolver o Parlamento e convocar eleições. Ele está no poder há um ano e, em três anos, o país passou por cinco eleições na tentativa de formar um governo.

Naftali Bennett foi eleito em 2021 e conseguiu formar uma coalisão com oito partidos, cujo objetivo era manter o ex-primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, longe do poder. Bibi, como é conhecido, ficou 12 anos no poder e era conhecido pelo alinhamento à extrema-direita mundial, representada por Donald Trump.

Após um ano, a coalisão não tinha mais maioria na Knesset, parlamento israelense, e por isso deve ser dissolvida nos próximos idas.

Até que aconteçam novas eleições em Israel, o chanceler do país, Yair Lapid, será o primeiro-ministro. A previsão é que a nova votação aconteça em outubro.

A dissolução do governo de Naftali Bennett acontece também durante uma onda de confrontos entre policiais israelenses e civis palestinos. Em maio, a tensão aumentos após a morte da jornalista Shireen Abu Akleh, da Al Jazeera. Até o momento, não houve uma conclusão sobre quem disparou o tiro que matou a jornalista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos