Primeiro-ministro israelense insinua possibilidade de eleições antecipadas

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em Jerusalém, em 16 de março de 2017

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, abordou neste domingo a possibilidade de eleições antecipadas devido às divergências com o ministro das Finanças, Moshé Kahlon, relacionadas a uma reforma da rádio e da televisão públicas.

As eleições legislativas devem ser realizadas normalmente em 2019, mas neste domingo a imprensa informava sobre a possibilidade da dissolução do atual governo e de eleições antecipadas.

O conflito entre Netanyahu e Kahlon está relacionado à Autoridade de Radiodifusão de Israel (IBA), o organismo público que deve ser fechado no dia 30 de abril para ser substituído pela Corporação Pública de Radiodifusão (PBC).

A princípio, o objetivo do PBC é dinamizar um serviço público esgotado e recuperar espaço diante dos canais privados de televisão.