Primeiro-ministro russo anuncia que está com COVID-19

Presidente russo Vladimir Putin durante reunião com gabinete

O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, anunciou nesta quinta-feira (30) que testou positivo para o novo coronavírus e que se colocaria em confinamento voluntário para proteger o resto do governo.

"Acabaram de me dizer que testei positivo para o novo coronavírus", explicou Mishustin em uma videoconferência com o presidente Vladimir Putin, na qual ele sugeriu sua substituição pelo período de isolamento.

"Eu tenho que me isolar e seguir as instruções dos médicos. É necessário proteger meus colegas", afirmou.

O primeiro-ministro garantiu que seguiria de perto "as principais questões" do país e sugeriu o nome do vice-primeiro-ministro Andrei Belusov para substituí-lo.

"O que aconteceu com você pode acontecer com qualquer pessoa", respondeu Putin durante a teleconferência.

"Espero que ele continue trabalhando e participe ativamente" das decisões do governo, acrescentou.