Primeiro show com distanciamento social dos EUA será realizado na próxima semana

Travis McCready, da banda Bishop Gunn, de country-rock, será a primeira a subir o palco numa apresentação "acústica intimista"

Os Estados Unidos já estão se preparando para retomar as apresentações artísticas, em meio a pandemia do coronavírus. O governador do Arkansas, estado do sul do país, autorizou o reinício de apresentações musicais a partir do dia 18 de maio. Mas Travis McCready, da banda Bishop Gunn, de country-rock, será a primeira a subir o palco numa apresentação "acústica intimista", como classificou o cantor, com uma apresentação marcada para três dias antes da data oficial.

E não é porque vai subir ao palco que o cantor não esteja preocupado com a proliferação do Covid-19. O show terá distanciamento de, pelo menos, um metro e meio entre os assentos. Além disso, os fãs deverão usar máscaras no rosto, terão a temperatura do corpo medida e a capacidade será reduzida. O espaço escolhido para o show, por exemplo, poderia receber até 1100 pessoas, mas terá, no máximo, 229.

A revista Billboard norte-americana procurou a casa de shows "Templelive", local escolhido para a apresentação. Um representante disse estar confiante com a existência do show antes da data oficial, considerando que o governador do estado abriria uma exceção, já que o fez para igrejas.

"Se voce é uma igreja, não há restrições sobre quantas pessoas estão no local, desde que siga as recomendações de saúde. Nós também somos uma reunião pública, seja na igreja, ou um num show. As regras são as mesmas", disse um dos donos.