De Prince a Thomas Dutronc: o melhor da world music e chanson française em 2021

·1 min de leitura

O primeiro Balada Musical especial de fim de ano traz uma retrospectiva das melhores faixas que embalaram os ouvintes da RFI em 2021. A jornalista Daniella Franco e o programador musical Hugo Casalinho apresentam os destaques da chanson française e da world music deste ano.

2021 foi marcado por uma nova geração de artistas franceses em ascensão, como Arthur H. e seu novo álbum, "Mort prématurée d'un chanteur populaire dans la force de l'âge". Músicos já célebres da cena musical francesa, como o Grand Corps Malade, que lançou o disco "Mesdames" em 2021, também integram a playlist.

A primeira parte da retrospectiva do Balada Musical ainda traz "o cantor viajante" Bernard Lavilliers, que voltou de um período na Argentina trazendo na bagagem o novo álbum "Sous un soleil énorme". A chanson française também foi honrada esse ano com o quarto disco de Thomas Dutronc, "Frenchy".

Na seleção da world music, o destaque é para Les Frères Smith, que lançaram o disco "Mutation" em 2021, com participação de Seun Kuti, um dos filhos de Fela Kuti, o icônico criador do afrobeat. Já Manu Chao, apesar de não ter um novo álbum, voltou à cena musical com o single "Todo Llegará".

Para encerrar a primeira parte da retrospectiva de fim de ano em grande estilo, escolhemos "Born 2 Die", uma das faixas de "Welcome 2 America", obra póstuma de Prince.

Ouça o podcast clicando no player acima ou acesse-o no Spotify ou no Deezer.
Leia mais

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos