Princesa Charlene de Mônaco não comparecerá à festa nacional

·1 min de leitura
(ARQUIVO) A princesa Charlene de Mônaco participa da 71ª Gala da Cruz Vermelha anual, em Mônaco, em 26 de julho de 2019 (AFP/VALERY HACHE)

A princesa Charlene de Mônaco não participará do Dia Nacional Monegasco na sexta-feira(19), devido a um "estado de fadiga generalizada" após seu retorno da África do Sul, onde passou por várias cirurgias, informou o palácio em um comunicado nesta terça-feira(16).

“A princesa Charlene infelizmente não poderá participar este ano das festividades do feriado nacional com a família”, anunciou o Palácio. Charlene deveria comparecer nesta terça-feira com seu marido, o príncipe Albert, a um evento da Cruz Vermelha.

O príncipe Albert e a princesa Charlene "concordaram que um período de calma e descanso era necessário para a restauração da saúde da princesa", e que ela se recupera "de um profundo estado de fadiga generalizada" após os "extenuantes tratamentos médicos nos últimos meses", de acordo com o comunicado.

Depois de vários meses na África do Sul, onde ela passou por várias cirurgias para tratar uma infecção grave de ouvido, nariz e garganta, a esposa do príncipe Albert, 43 anos, voltou ao principado em 8 de novembro.

A ex-nadadora olímpica Charlene Lynette Wittstock, nascida em 1978 na Rodésia (atual Zimbábue), casou-se com o Príncipe Albert II de Mônaco em 2011. Os dez anos de casamento não puderam ser celebrados em julho no principado devido à ausência de Charlene.

Albert é filho do Príncipe Rainier III e Grace Kelly, estrela de cinema americana que morreu em um acidente de carro em 1982.

jra/ol/tes/me/mb/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos