Princesa Martha Louise da Noruega renuncia a suas funções oficiais

A princesa Martha Louise da Noruega, noiva de um autoproclamado xamã, renunciou às suas funções oficiais para poder se dedicar ao seu trabalho relacionado com terapias alternativas, junto com seu parceiro – informou o Palácio nesta terça-feira (8).

O relacionamento da princesa de 51 anos com Durek Verrett, um popular guru espiritual de Hollywood, causou alvoroço na Noruega depois que o homem, "um xamã de sexta geração", sugeriu em seu livro "Spirit Hacking" que o câncer era uma opção.

Verrett também vende um medalhão chamado "Spirit Optimizer" (otimizador de espírito) em seu site. Segundo ele, o artefato ajudou-o a superar a covid-19.

"A princesa [...] renuncia seu papel na realeza [...] e não representará a Casa Real a partir de agora", disse o Palácio em um comunicado.

No entanto, "de acordo com os desejos do rei, a princesa manterá seu título".

Com isso, “pretende-se traçar uma linha divisória que separe mais claramente a atividade comercial (da princesa) da Casa Real da Noruega”, explica o comunicado.

O Palácio informou que Verret se tornará membro da família real, quando se casar com Martha Louise. Ele não terá título, nem representará a monarquia.

Uma pesquisa feita em setembro indicou que 17% dos noruegueses têm, atualmente, uma opinião pior sobre a família real, geralmente bastante popular, e quase todos os que mudaram de opinião sobre o assunto citaram a princesa e o xamã.

Martha Louise, que afirma poder falar com anjos, renunciou ao título de "Alteza Real" em 2002 e prometeu em 2019 não usar seu status de princesa para fins comerciais.

O casal aceitou abandonar qualquer associação com a família real em suas redes sociais, no conteúdo para meios de comunicação e em suas atividades comerciais.

po/gil/jvb/mar/ms/tt