Príncipe William critica ‘turismo espacial’ de bilionários

·2 minuto de leitura
  • Segundo na linha de sucessão ao trono, William criticou ‘nova corrida espacial’

  • Uma série de bilionários estão investindo nas próprias empresas para viajar ao espaço

  • Príncipe tem sido uma das vozes mais fortes na luta contra as mudanças climáticas

O Príncipe William criticou os bilionários focados no turismo espacial, dizendo que eles deveriam investir mais tempo e dinheiro para salvar a Terra.

Leia também:

O Duque de Cambridge falou sobre a atual corrida para as viagens espaciais em uma entrevista para o podcast Newscast da BBC, que foi ao ar na quinta-feira (14). Ele disse: "Precisamos de alguns dos maiores cérebros e mentes do mundo concentrados em tentar consertar este planeta, não em tentar encontrar o próximo lugar para ir e viver".

Como um ex-piloto de helicóptero de ambulância aérea, William afirmou que não tinha "absolutamente nenhum interesse" em ir tão alto quanto o espaço. Ele também expressou preocupação com o impacto ambiental do turismo espacial, acrescentando uma "questão fundamental" sobre o custo do carbono dos voos espaciais.

Os comentários do príncipe William foram transmitidos apenas um dia depois que a estrela de "Star Trek" William Shatner, 90, se tornou a pessoa mais velha a ir para o espaço a bordo de uma nave espacial New Shepard, desenvolvida pela Blue Origin de Jeff Bezos - que lançou o próprio bilionário ao espaço neste verão.

Bilionários estão mergulhados na ‘nova corrida espacial’

Bezos não é o único empresário rico a mergulhar nas viagens espaciais recentemente. Em julho, Richard Branson viajou para o espaço em um avião supersônico desenvolvido pela Virgin Galactic. O CEO da Tesla, Elon Musk, também tem feito incursões no negócio espacial - ele fundou a SpaceX. Em setembro, o voo da empresa Inspiration4 transportou quatro turistas em uma missão orbital de três dias.

Espera-se que Blue Origin, Virgin Galactic e SpaceX continuem em seu esforço para promover o turismo espacial.

O segundo na linha de sucessão ao trono britânico é um ambientalista entusiasta e, no final deste mês, revelará os cinco vencedores de seu Prêmio Earthshot - um prêmio Nobel para o meio ambiente.

O pai de três filhos enfatizou seu desejo de garantir que seus filhos e as gerações futuras não tenham que se preocupar em consertar a Terra, acrescentando que seria um "desastre absoluto" se seu filho, o príncipe George, falasse sobre salvando o planeta em 30 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos