Pro-player de FIFA, brasileiro sofre com ataques hackers

·1 min de leitura
LONDON, ENGLAND - AUGUST 03: Henrique Lempke (Zezinho) of Brazil celebrates in his Group D match during Day 2 of the FIFA eWorld Cup at the O2 Arena on August 03, 2019 in London, England. (Photo by Eamonn McCormack - FIFA/FIFA via Getty Images)
Henrique "Zezinho" se sente prejudicado em preparação para torneio qualificatório e vê descaso da Sony. Foto: (Eamonn McCormack - FIFA/FIFA via Getty Images)

Henrique "Zezinho", que é jogador profissional de FIFA 22, tem sofrido em sua preparação para a disputa de um torneio qualificatório da FIFA Global Series. Zezinho está impedido de treinar e competir no jogo virtual por causa de ataques hackers à sua conta no PlayStation.

O jogador gaúcho já sofreu, desde a última edição do game (FIFA 21), por cinco oportunidades com ataques: "É a quinta vez que a minha conta é hackeada desde os Playoffs do FIFA 21. No final, eu fui banido e acabei jogando por uma liminar da EA. Eu estava banido por passar moeda. Os hackers entraram na minha conta, passaram moeda e ficou por isso. Depois eu consegui recuperar porque provei que era um ataque hacker".

Leia também:

Apesar de cumprir com todos os requisitos de segurança, como verificação em duas etapas e pergunta de segurança, além, é claro, da senha, os criminosos conseguem invadir a conta do jogador profissional e trocar o e-mail de cadastro da conta.

Zezinho reclama do atendimento da Sony junto de seu caso. De acordo com o jogador, não lhe é oferecida a possibilidade de reaver o acesso à conta: "A única coisa que eles me dizem é para criar uma conta nova. Já estou estudando pra processar".

Na preparação para o torneio que classifica os atletas para a FIFA Global Series, Zezinho teme não conseguir disputar a etapa e, desta forma, não ter o direito de buscar a classificação para a competição a nível mundial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos