Americanas e Submarino lideram reclamações no Procon na Black Friday

Procon faz fiscalização em SP (Foto: Divulgação)

O Procon de São Paulo, órgão de defesa do consumidor, já recebeu as primeiras reclamações desta edição da Black Friday. O atendimento específico para o evento começou ontem, quinta-feira, através do site, aplicativo, redes sociais e telefone 151.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

BAIXE O APP DO YAHOO FINANÇAS (ANDROID / iOS)

Até às 8h desta sexta-feira, foram 300 atendimentos, sendo 138 reclamações. A empresa mais reclamada até o momento foi B2W Companhia Digital, que administra marcas como Submarino e Lojas Americanas.

O principal motivo de reclamação foi a maquiagem de desconto (percentual oferecido sobre o preço do produto ou serviço não é real) - 29,7% do total.

Leia também

A segunda queixa é a mudança de preço ao finalizar a compra: 26%.

Por nota, a B2W Digital informou que “reforçou os estoques e fortaleceu sua operação logística para a Black Friday, a fim de melhor experiência aos clientes. A companhia está atuando para solucionar rapidamente todas as questões e ressalta que o percentual de reclamações é muito baixo em relação ao total de pedidos recebidos durante o evento”.