Procon-SP notifica McDonald's por falta de picanha no McPicanha

McDonald's tem até o dia 2 de maio para responder às demandas do Procon-SP
McDonald's tem até o dia 2 de maio para responder às demandas do Procon-SP
  • McDonald's tem até o dia 2 de maio para responder às demandas do Procon-SP;

  • Descoberta que o sanduíche não é feito de picanha foi feita através de um grupo de funcionários;

  • Página do Instagram "Coma Com Os Olhos" foi a primeira a divulgar a informação.

O órgão de proteção ao consumidor de São Paulo, Procon-SP, notificou a rede alimentícia McDonald's por conta de seu novo sanduíche, o McPicanha. O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) também abriu sua própria investigação quanto às propagandas do hambúrguer.

Apesar de seu nome, o McPicanha não é feito com carne de picanha, nem mesmo parcialmente. O fato foi descoberto primeiramente através das redes sociais, onde usuários de um grupo de funcionários do McDonald's comentavam um fato. De lá, a informação chegou na página "Coma Com Os Olhos", no Instagram.

A rede de fast-food, em resposta às perguntas dos internautas, admitiu que diferentemente das edições anteriores, o McPicanha deste ano não possuía carne de picanha, mas sim um "molho sabor picanha".

"Os lançamentos trazem a novidade do exclusivo molho sabor picanha (com aroma natural de picanha), uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho (100% carne bovina, produzido com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente)", disse a rede em nota.

Entretanto, para o Procon-SP e para o Conar, a campanha em volta do sanduíche fere os direitos do consumidor. Até 2019, última edição do lanche promocional, a marca escrevia "Feito com Picanha" em suas peças publicitárias. Este ano, contudo, a frase sumiu das propagandas, sendo substituída por chamadas como "picanhamente delícia" ou um aviso em letras pequenas que diz "hambúrguer 100% bovino com molho sabor picanha".

O McDonald's deverá entregar até o dia 2 de maio uma tabela nutricional dos sanduíches, com a composição de cada um dos ingredientes, além da documentação dos testes de qualidade e ainda deverá apresentar uma cópia de todas as peças publicitárias veiculadas.

O órgão não pode exigir a retirada das publicidades do ar, mas pode recomendar alterações ou suspensões. O McDonald's, em resposta à polêmica, já privatizou os comerciais do hambúrguer que estavam em seu canal do YouTube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos