Procurador que espancou chefe é preso em São Paulo

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira, em São Paulo. Ele teve a prisão decretada pela Justiça por ter espancado sua, a procuradora-geral do município de Registro Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39. O espancamento ocorreu durante o expediente, na frente de outros funcionários, e foi gravado por uma das testemunhas.

De acordo com o g1, Macedo foi detido na capital paulista. A prisão do procurador foi pedida pelo delegado Daniel Vaz Rocha, que afirmou que o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública".

A agressão sofrida por Gabriela causou comoção. O vídeo que mostra Macedo desferindo golpes contra ela viralizou nas redes sociais. Ele foi levado para o 1º Distrito Policial e, em depoimento, disse ter espancado a chefe por sofrer assédio moral. O procurador acabou sendo liberado por falta de flagrante, o que causou revolta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos