Procuradora-chefe da Venezuela diz que Suprema Corte rompeu com a Constituição

Procuradora-chefe da Venezuela, Luisa Ortega, recebendo documento de grupo de parlamentares do Partido Socialista Unido da Venezuela, em Caracas. 21/10/2015 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

CARACAS (Reuters) - A procuradora-chefe da Venezuela, Luisa Ortega, disse na sexta-feira que a decisão do Tribunal Supremo de Justiça de assumir o papel do Congresso violou a Constituição.

"Isso representa uma ruptura da ordem constitucional. É minha obrigação expressar minha grande preocupação com o país", disse Ortega, em um descolamento incomum da linha governamental para alguém que tem sido uma importante aliada do governo socialista.

(Reportagem de Liamar Ramos)