Ministro do Interior da França confirma 3 mortes em ataque terrorista

Paris, 23 mar (EFE).- O ministro do Interior da França, Gérard Collomb, confirmou a morte de três pessoas no ataque feito por um homem armado em um supermercado de Trebés, no sul do país.

Em entrevista à imprensa, Collomb explicou que, em um primeiro momento, o terrorista matou o motorista e feriu um passageiro de um carro que roubou. Depois, feriu um policial que estava correndo com alguns de seus companheiros, entrando em seguida no supermercado, onde fez reféns e matou duas pessoas antes de ser abatido.

O homem abriu fogo contra os agentes do Grupo de Intervenção da Gendarmaria Nacional (GIGN), que responderam e o mataram. No tiroteio, um policial feito refém ficou gravemente ferido.

O ministro identificou o autor do ataque como Redouane Lakdim, um "criminoso comum", de 26 anos, que as autoridades não sabiam que tinha se radicalizado. Collomb disse que o homem atuou sozinho.

"Era um criminoso comum, conhecido por posse de entorpecentes, mas não podíamos dizer que ele tomaria essa ação", afirmou.

O grupo terrorista Estado Islâmico, através da agência "Amaq", reivindicou a autoria do ataque. EFE