Procuradoria-geral da Bolívia apresenta acusação de genocídio contra ex-presidente

A ex-presidente interina da Bolívia, Jeannine Áñez (C), é escoltada por membros da Força Especial de Combate ao Crime após ser presa em La Paz

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos