Procuradoria-Geral de SP será chefiada por pessoa negra pela primeira vez em sua história

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 31-03-2022:  O governador do estado João Dória, anunciou da renúncia do cargo público para entrar na corrida presidencial, durante o Congresso Estadual de Municípios, no Palácio dos Bandeirantes. Na foto Rodrigo Garcia. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 31-03-2022: O governador do estado João Dória, anunciou da renúncia do cargo público para entrar na corrida presidencial, durante o Congresso Estadual de Municípios, no Palácio dos Bandeirantes. Na foto Rodrigo Garcia. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nomeada pelo governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), nesta segunda-feira (25), Inês dos Santos Coimbra será a primeira pessoa negra a comandar a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) paulista nos quase 75 anos de existência da instituição.

Inês é procuradora estadual de carreira há 18 anos, sendo que nos últimos quatro chefiou a assessoria jurídica da PGE. Sua trajetória é marcada por atuações em temas como regularização fundiária e imobiliária, habitação popular, concessões e PPPs (Parcerias Público-Privadas).

"Essa não é uma conquista pessoal apenas. É uma conquista importante para um grupo maior, que transcende muito a minha vida. Um grupo que foi, por muito tempo, inviabilizado —especialmente as mulheres negras. Ascender a essa posição me traz essa alegria a mais", afirma à coluna.

"Em qualquer lugar que a gente esteja, também é um movimento de representatividade", segue.

Aos 44 anos, a recém-eleita procuradora-geral é mestre em direito do Estado pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo e professora do curso de especialização em direito administrativo da instituição.

Coimbra sucede a procuradora-geral Maria Lia Pinto Porto Corona, que ocupava o cargo desde 2019.

À frente da PGE, ela diz querer aprimorar os trabalhos que já vinham sendo desenvolvidos por outras gestões e a partir dos aprendizados adquiridos com a pandemia da Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos