Procuradoria pede que desfile cívico-militar não seja confundido como ato político-partidário

BRASILIA, DF,  BRASIL,  07-09-2022 Público no desfile de 7 de Setembro na Esplanada dos Ministérios. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
BRASILIA, DF, BRASIL, 07-09-2022 Público no desfile de 7 de Setembro na Esplanada dos Ministérios. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

FOLHAPRESS - O Ministério Público Federal em Brasília instaurou um inquérito para que o Executivo adote medidas de prevenção a fim de que os atos oficiais e o desfile militar de 7 de Setembro não sejam confundidos com atos de natureza político-partidária.

Foi enviado ofício ao ministro da Defesa, ressaltando o papel constitucional das Forças Armadas. As procuradoras regionais dos direitos do cidadão oficiaram, ainda, o Secretário Especial de Comunicação Social para garantir que a participação de servidores civis no evento seja voluntária, sem qualquer forma de coação ou constrangimento.

As medidas foram motivadas diante das manifestações político-partidárias agendadas para o mesmo dia, horário e local do desfile cívico-militar que acontecerá na Esplanada dos Ministérios. Foram distribuídos convites a servidores civis lotados nos ministérios para que comparecessem ao evento.